Participação dos sócios Pedro Iokoi e Bruno Lambert de Almeida no julgamento do precedente de crime fiscal do ICMS declarado e não pago pelo pleno do STF.